sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Trust


A confiança é algo que se ganha com o tempo, mas tu foste uma excepção. Mal te conheci e já te considerava meu amigo, e poucos meses depois dos melhores amigos. Contei te tudo! As experiencias que tive, o que passei, com quem passei e até os meus maiores segredos!

Hoje vim a saber que já não posso confiar em ti. Contaste os meus segredos à tua actual namorada. Sempre pensei que ela fosse boa pessoa, até hoje me dizerem que andou a comentar isso com outras pessoas. Sinceramente foste das pessoas que me desiludiste mais.

Desculpa, mas a nossa amizade acaba aqui.

Uma dica para quem ler isto: Não confiem em quem é comprometido.

1 comentário:

  1. Enfim, o teu coração de manteiga fez com que o perdoasses.

    ResponderEliminar